Entrevista com Alessandra a autora do blog de viagens Tirando Férias

Olá destinados!

Mais uma entrevista bacana pra vocês! Hoje nossa convidada é a Alessandra, autora do blog Tirando Férias, um blog recheado de informações úteis e com um layout super bacana!! Entre os destinos visitados e que têm dicas no site estão: Alemanha, Estados Unidos, México, Inglaterra, França, Malta (nossa queridinha!) e muito mais 😉 

Vamos ao nosso bate-papo com a Ale!

1 – Nos fale um pouco sobre você:

Meu nome é Alessandra Marostica de Freitas, casada e mãe uma filha. Paulistana da Mooca, sou fisioterapeuta, pianista e blogueira. A fisioterapia ainda é a minha atividade principal. O piano faço por gosto, me apresentando eventualmente em recitais beneficentes. Mas o que realmente amo é viajar, fotografar, explorar novas culturas e provar os sabores da culinária mundial. Com o crescimento do blog, espero um dia poder me dedicar exclusivamente a ele.

2 – Como e por que surgiu a vontade de ter um blog de viagens?

Em 2008 descobri que estava com um problema grave de saúde. Graças a Deus tudo passou e fiquei curada. Mas esta experiência me fez pensar melhor nas escolhas que havia feito na vida e de como as coisas poderiam mudar de uma hora para outra. “Carpe Diem” virou o meu lema. Aproveitar cada dia como se fosse o último. Passei a fazer o que mais gostava: viajar. Comecei a escrever o blog, inicialmente para compartilhar as viagens com a minha família e amigos. Com o passar do tempo outras pessoas começaram ler meus posts, mandar perguntas, pedir dicas de viagens, entre outras coisas. O blog está no ar oficialmente desde março de 2013 e vem crescendo a cada dia.

ale-nasa
O blog nasceu em 2013 e já passou por muitos destinos bacanas!

3 – Qual sua viagem favorita? Por quê?

Quando eu era criança, descobri através de um amigo da família, que meu sobrenome era uma cidade da Itália. Passei a viver sonhando em um dia conhecer Marostica, a “minha cidade”.

Quando estive em Veneza pela primeira vez, descobri que a cidadezinha de Marostica estava bem próxima, a menos de 60 km de distância. Aproveitei para dar uma esticada na viagem para realizar o meu sonho de criança. A cidade é muito pequena e não tem muitas atrações, mas para mim teve um valor sentimental tão grande, que só de lembrar já fico emocionada.

4 – Que lugar(es) tem vontade de conhecer?

Minha próxima meta é ir a Rússia. Adoro história geral e gosto de visitar lugares que passaram por grandes transformações. Desde a dissolução da União Soviética em 1991, venho acompanhando as mudanças e acontecimentos através da mídia. Mas nada como vivenciar, sentir o lugar, ver com os próprios olhos como está atualmente e quais as perspectivas para o futuro.

ale-berlim
Tirando Férias em Berlim!

5 – Que dica(s) você daria para os viajantes de primeira viagem?

Um bom planejamento é a base para que corra tudo bem na sua viagem. Pesquise detalhes sobre transporte, segurança, necessidade de visto, clima, etc. A maior aflição das pessoas que nunca viajaram é o medo. Medo por não falar o idioma local, medo de ir sozinho, medo da imigração, entre outros. Todos estes problemas podem ser contornados se um bom planejamento for realizado com antecedência.

6 – Nos conte uma experiência inusitada durante alguma viagem:

Quando visitei Marostica, eu estava hospedada em Veneza. A cidade é tão pequena, que não tem estação de trem. Então comprei passagens de ida e volta até cidade vizinha. De lá tomei um táxi até Marostica. No fim do dia já era hora de ir. Andei até a avenida principal para pegar um táxi. Esperei um tempo e nada. Comecei andar sem rumo procurando um ponto de táxi, sem sucesso. Andei mais um pouco até que eu avistei um hotel. Ufa! Em hotéis sempre tem taxistas à disposição.

Entrei feliz da vida e perguntei ao senhor que estava na recepção: Onde posso tomar um táxi?

A resposta foi inesperada:

“Em Marostica não tem táxis”.

Espantada eu perguntei: Porque?

Para minha surpresa ele respondeu:

“Não precisa, pois aqui todos tem carro”.

Depois do sufoco, deu tudo certo. Uma alma bondosa viu minha aflição, ficou com pena e ligou para um taxista da cidade vizinha, que veio me buscar.

ale-em-lanzarote-canarias
Dica da Ale: “Um bom planejamento é a base para que corra tudo bem na sua viagem.”

7 – Dos lugares que passou qual foi o mais diferente/exótico? Por quê?

Foi Stonehenge, na Inglaterra. É um lugar incrivelmente exótico. Algumas pessoas mais sensíveis dizem o local tem uma energia diferente. Mas o que me deixou mais intrigada foi a construção. Como foi feito? Como aquelas pedras enormes foram trazidas até o local? Histórias são contadas, mas será mesmo verdade? A dúvida paira no ar. Muitas perguntas, poucas respostas.

8 – Deixe uma mensagem para nossos leitores destinados:

Uma professora me disse uma vez: “Você só vai saborear um novo chá, se esvaziar a xícara antes”. Carrego sempre este pensamento comigo, principalmente quando viajo. Ao viajar, principalmente para lugares com costumes muito diferentes, você precisa estar aberto ao novo. Então “esvazie sua xícara”, fuja do óbvio, deixe se levar pelo momento. Permita-se vivenciar as diferenças. Você vai ver como suas viagens vão se tornar muito mais enriquecedoras!

ale-em-paris
O sobrenome da Ale é Marostica, o mesmo nome de uma cidadezinha Italiana, sua viagem favorita! Italiana em Paris, essa é a Alessandra 😉

Acompanhem o Tirando Férias, nosso Blog Amigowww.tirandoferias.com/

Anúncios

2 comentários sobre “Entrevista com Alessandra a autora do blog de viagens Tirando Férias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s